49d2dd5dafcf69be7ca19aabe609b79e.jpg

A DIVINA LITURGIA

Assim é denominado o ato essencial do culto cristão, dado por Jesus Cristo na Última Ceia, transmitido e celebrado por gerações de apóstolos, mártires, bispos e presbíteros das igrejas cristãs. Cada Igreja local, segundo a tradição dos primeiros séculos, guardada pela fé ortodoxa, tem seu rito particular na língua do país e numa maneira especial de celebrá-lo. Em nossa utilizamos a Divina Liturgia segundo o antigo rito da Gália.

Consulte nosso 

Calendário Litúrgico

2020-2021

“Esforçai-vos, portanto, por vos reunir mais frequentemente, para celebrar a Eucaristia de Deus e o seu louvor. Pois quando realizais frequentes reuniões, são aniquiladas as forças de Satanás e se desfaz seu malefício por vossa união na fé. Nada há melhor do que a paz, pela qual cessa a guerra das potências celestes e terrestres”

Santo Inácio de Antioquia (†102). Carta aos Efésios

LOCAL DE CELEBRAÇÃO

A Divina Liturgia é celebrada aos Domingos, as 7h da manhã, na sede da Fraternidade Ortodoxa São Nicolau pelo Bispo Exarca, Dom Jonas. 

Entre em contato para mais informações e venha celebrar conosco.

A DIVINA LITURGIA SEGUNDO O ANTIGO RITO DA GÁLIA

O ápice da vida cristã é a participação nos Divinos Mistérios do Corpo e Sangue do Senhor. Toda a obra salvífica de Deus para a humanidade e toda a criação tornam-se presentes na celebração da Sagrada Eucaristia, e acolhemos Cristo e sua graça em nossos próprios corpos ao recebermos seu verdadeiro Corpo e Sangue glorificados sob as aparências de pão e vinho, como um antegozo do banquete do Reino.

O rito eucarístico primário usado em nossa jurisdição é chamado de Divina Liturgia de acordo com São Germano. São Germano de Paris foi um bispo e liturgista proeminente da Igreja da Gália durante o século VI, cujas descrições detalhadas do culto de sua época foram essenciais para restaurar essa forma de culto para uso em nosso tempo.

A recuperação, restauração e atualização do rito são essencialmente obra do bispo Jean de Saint-Dennis (Eugraph Kovalevsky, 1905-1970), primeiro bispo da Igreja Católica Ortodoxa de França. Segundo suas próprias palavras, trabalhou entre 1919 e 1945 para fazê-la fiel a três exigências:

− Ser ortodoxa, dogmaticamente, sem deixar lugar a nenhuma ideia estranha, logo,
− expressar a ortodoxia em sua plenitude;
− aprofundar suas raízes no solo apostólico e patrístico.

O restaurador se apoiou num material muito rico da Gália, transmitido até nosso século e estudada por muitas gerações de liturgistas. 

Numerosos eclesiásticos, quase todos franceses, não se cansaram de estudar, escutar e discernir a voz distante da liturgia que foi, em Gállia e França, a dos primeiros séculos. Esta liturgia restaurada foi abençoada pelo patriarca Sérgio de Moscou, aprovada pelo metropolita Anastácio de Nova Iorque, calorosamente saudada pelo patriarca ecumênico Atenágoras, de Constantinopla, aceita pelo patriarca Justiniano da Romênia e celebrada pelos diversos bispos do oriente, entre eles, o santo arcebispo João de São Francisco, de feliz memória.

Então, o que é a Divina Liturgia?

Assim é denominado o ato essencial do culto cristão, dado por Jesus Cristo na Última Ceia, transmitido e celebrado por gerações de apóstolos, mártires, bispos e presbíteros das igrejas cristãs. Cada Igreja local, segundo a tradição dos primeiros séculos, guardada pela fé ortodoxa, tem seu rito particular na língua do país e numa maneira especial de celebrá-lo. A estrutura essencial é a mesma em todas as igrejas: 

− Palavra de Deus;
− Cantos inspirados;
− Preces dos fiéis;
− Grande Prece Eucarística;
− Comunhão. 

Mas, cada igreja desenvolveu seu modo próprio, seu estilo de celebração. Nosso uso desse rito visa fornecer aos cristãos ortodoxos aqui no Brasil a mesma plenitude de culto litúrgico que é tão querido por nossas irmãs e irmãos no mundo de língua francesa, e parte de um exemplo vivo de uma testemunha ortodoxa restaurada no mundo ocidental para o século 21 e futuro.

Fontes: 

SPERANDIO, Pe. André. A Divina Liturgia segundo São Germano de Paris. (Trad.)

The Divine Liturgy. Disponível em: https://www.orthodoxmanchester.org.uk/themass.htm.

Para conhecer o

Ordinário da

Divina Liturgia

segundo o antigo

Rito da Gália:

VENHA CELEBRAR CONOSCO

Qualquer cristão batizado em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo e confessando que os santos Dons Eucarísticos são verdadeiramente o Corpo e o Sangue de Cristo pode ser acolhido na comunhão eucarística.

Usages, conseils et directives pour la Communion des Églises Orthodoxes Occidentales

4FC74FFF-DC64-4E74-AC73-6AAC661E8B93_edi
Velas da igreja
Altar da igreja
IMG_9617_edited
Programas de Desenvolvimento fé
4FC74FFF-DC64-4E74-AC73-6AAC661E8B93_edi
Velas da igreja
Altar da igreja
IMG_9617_edited
Programas de Desenvolvimento fé
SOBRE NÓS

A Fraternidade Ortodoxa São Nicolau integra a Igreja Ortodoxa da Gália e participa na restauração da ortodoxia ocidental,  especialmente em suas instituições, sua espiritualidade e seus usos litúrgicos. 

Como a Igreja indivisa, nossa fé não é uma mera adesão intelectual às verdades a serem cridas, mas a experiência dos mistérios que ela confessa.

ONDE NOS ENCONTRAR?

Fraternidade Ortodoxa São Nicolau

+55 (92) 98108-0706

 

Av. Pedro Teixeira, 1001

Manaus/AM

fraternidadesaonicolau@gmail.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
CONECTE-SE 

© 2020-2021 por Fraternidade Ortodoxa São Nicolau.