Domingo do Bom Pastor

Segundo Domingo após a Páscoa


Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 10, 11-16.


Naquele tempo, disse Jesus: — Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a vida pelas ovelhas. Um empregado trabalha somente por dinheiro; ele não é pastor, e as ovelhas não são dele. Por isso, quando vê um lobo chegando, ele abandona as ovelhas e foge. Então o lobo ataca e espalha as ovelhas. O empregado foge porque trabalha somente por dinheiro e não se importa com as ovelhas. Eu sou o bom pastor. Assim como o Pai me conhece, e eu conheço o Pai, assim também conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem. E estou pronto para morrer por elas. Tenho outras ovelhas que não estão neste curral. Eu preciso trazer essas também, e elas ouvirão a minha voz. Então elas se tornarão um só rebanho com um só pastor.

Glória a Ti, Senhor! Glória a Ti!


Reflexão

Ser chamado pelo nome é ser reconhecido. E Jesus, o Bom Pastor, chama cada um de nós pelo nome, e nos convida a confiar nele, a que passemos por Ele como o nosso intermediário, a escutá-lo, a seguir o seu exemplo e a vivermos com Ele a sua Páscoa, a fim de conhecermos a Vida.

O «bom pastor», portanto, decididamente, nada tem a ver com os pastores comuns, pois estes vivem do seu rebanho, enquanto o Cristo, pelo contrário, está a falar de um pastor que não é outro senão Ele próprio. Ele é quem dá a vida por suas ovelhas. E estas palavras querem fazer alusão à Páscoa. Jesus, um dia, disse aos discípulos: «Tomai, todos, e comei; isto é o meu corpo que será entregue por vós.» «Tomai, todos, e bebei; este é o cálice do meu sangue, que será derramado por vós.» Já no capítulo 6 do evangelho de João, lemos: «Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna» (54) e «Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele» (56).

Portanto, não é mais o rebanho que alimenta o pastor, mas o pastor que, com sua própria carne, alimenta o rebanho. Aliás, tudo o que consumimos não é alimento de verdade, porque só nos proporciona um sursis à morte, a sua suspensão temporária. Ora, a Eucaristia significa tudo isso. Faz de nós, por certo, um só «rebanho», um só corpo, mas repartir, tomar e comer este pão só pode produzir frutos se absorvemos, também, a sua Palavra. Que palavra?

Em 1 João 3,24, lemos que “quem guarda os seus mandamentos permanece em Deus e Deus nele” (são as mesmas palavras do capítulo 6). E o mandamento de Cristo é que nos amemos uns aos outros, «não com palavras nem com a língua, mas com ações e em verdade». Deveríamos também nós nos dar em alimento para os nossos irmãos? Pois é exatamente isto que está dito em 1 João 3,16.


Fonte: Marcel Domergue (+1922-2015). Quel berger? La Croix Croire: 2018. Disponível em: https://croire.la-croix.com/Paroisses/Textes-du-dimanche/2018/4e-dimanche-de-Paques-dimanche-22-avril-2018/Quel-berger. Acesso em 17 abr. 2021.


🙏 Reze conosco a Oração das Segundas Vésperas do Domingo do Bom Pastor.

Acesso o documento abaixo:

Vésperas 2º Domingo após a Páscoa - 18
.0
Download 0 • 709KB

Oração

Deus de misericórdia, luz e consolo de quantos creem em ti, reaviva cada vez mais na tua Igreja os desejos que tens suscitado no seu coração e, revelando a sublimidade das tuas promessas, tornas mais certa a nossa esperança; assim os vossos filhos poderão esperar com paciência confiante o destino da glória ainda escondido, mas já contemplado sem sombra de dúvida pelos olhos da fé. Então eles se tornarão um só rebanho com um só pastor. Por Jesus Cristo, vosso Filho, nosso Senhor, nosso Deus e Pastor, que vive e reina convosco, na unidade do Espírito Santo, pelos séculos dos séculos. Amém.


#OraçãodasVésperas #Páscoa #Oração

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo